Tomei no cu até desmaiar

Era final de semana, a noite agitada aqui no Rio de Janeiro me proporcionava um leque imenso de opções pra eu me jogar e me divertir a vontade… mas eu estava excitada, estimulada e queria apenas e tão somente transar, principalmente de fazer algo em específico numa transa… vulgarmente falando, eu estava com vontade de dar o meu cu…

a viagem

meu nome é Angela, sou separada e tenho uma filha de 10 anos, loirinha, cabelos cacheados, muito bonita, quando saio com ela os marmanjos ficam nos cumendo com o olhar e tem uns mais abusados que nos seguem e pucham assunto

Encoxada no onibus

Oii meu nome é Claudia, ou podem me chamar Kaká, tenho 16 anos , e já leio contos eróticos à quase 1 ano mas só agora tive coragem para contar as minhas experiências portanto aqui vai. Falando um pouco de mim , sou pequena meso 1,58cm , peso 45kg, tenho peito razoavelmente vantajado não é pequeno mas os meninos deliram com ele, mas o que chama memo atenção são as minhas pernas grossas e meu bumbum grande e redondo, os meninos da escola passam a vida dando palmadas nele e eu furiosa com eles. Bom quando eu tinha 14 anos eu apanhava onibus para ir à escola e voltar para casa, todos os dias eram normais, muita gente andava no onibus e deixavam ele cheio, as vezes os velhotes passavam a mão no meu bumbum mas eu não tinha como reclamar pq ficava presa, mas houve um dia que tudo mudou, havia um rapaz que apanhava o onibus no mesmo ponto que eu , era mais alto que eu bonitinho um pouco gato mas nunca falamos, apanhávamos o onibus e seguíamos viagem, um dia aconteceu que ele ficou por trás de mim e com a quantidade de gente que havia por isso ele ficou coladinho ao meu rabinho, pude sentir que ele ficou excitado quando se encostou a mim, não pude fazer nada senão ficar quieta e aguentar, mas visto que eu não disse nada ele então começou a mexer o quadris dele para cima e para baixo aproveitando toda a extensão do meu rabo, eu virei o pescoço e pedi a ele “pare por favor” mas tava sabendo bem e gostoso, eu tava de fato colegial então ele ouvindo a minha voz de menina levantou a minha saia , eu tentei impedir mas sem efeito ele tava mesmo decidido a dar um trato em mim então implorei mais “ por favor aqui não te imploro” ele então com uma mão meteu pela minha calcinha adentro e começou a dedilhar a minha xaninha que já tava molhadinha e ele notou isso e começou a rir chamando me de vagabunda oferecida, então com a outra mão enfiar por dentro da camiseta e agarrou um dos meus seios “hmm gatinha vc é muito gostosa sabia?” “ aii por favor pare todo o mundo vai ver hmmm” eu não conseguia aguentar os gemidos ele tava me mexendo gostoso mas terminou um pouco depois porque seria a paragem dele mas ao sair sussurrou ao meu ouvido “te amanhã princesa, mas não traga calcinha para ser mais fácil ainda” eu fiquei corada e me recompus assim que ele saiu, eu fiquei o resto do dia com a xaninha em fogo e muito incomodada, um dos meus coleguinhas notou isso então como eu não aguentava mais agarrei nesse colega e fugi com ele para dentro do banheiro, ele assustado ao me ver sentar no vaso da sanita perguntou “ Kaká que vc tá fazendo minina” levantei minha saia e disse “ cala a boca e chupe minha xaninha rápido seu frouxo” ele meio receoso atendeu meu pedido e me deu um bom banho de lingua, eu fechei os olhos e pensei naquele homem do onibus sendo ele a lamber me, eu me vim umas 2 vezes com aquela língua ele entretanto parou e tirou o pau para fora e pediu para eu chupar ele , mas eu só dei um beijo no pau dele e disse “ hoje não, fica para próxima xau” e fui embora deixando ele sem saber o que fazer. No dia aseguir fiz como o homem me pediu e não levei calcinha , mas eu não via o homem em lado nenhum , quando chegou o onibus eu subi nele e quando dei por mim o homem tinha finalmente chegado e furou a multidão só para se aproximar de mim, ele se posicionou por trás de mim e beijou meu pescoço, tremi toda de tesao e ele deu uma passada de mão na minha xana sem calcinha “ linda menina eu sabia que vc era putinha” com esse comentário fiquei mais molhadinha e ele começou a foder minha xaninha com 2 dedos , como tava bastante molhada fazia muito barulho, estava vendo estrelas até que ele parou derrepente e com as duas mãos meteu por dentro da minha camiseta e se pôs a brincar com as minhas maminhas “adoro seu peito vadia mas amanhã não traga soutien viu?” “Hmhm “ eu só gemia, então ele tirou uma mão e agarrou na minha e a levou em direção ao seu pau , nossa era grande , maior que eu já tinha visto, 22cm a vontade e bem grosso cheio de veias, eu agarrei no pau dele mas não conseguia fechar com a mão mas tentei bater punheta para ele na mesma “ isso vadia brinque com meu pau” mas o tempo terminou e ele se arrumou e saiu no ponto dele , eu fiquei bastante triste, queria abocanhar aquele pau gostoso que tanto me encoxava mas não seria aquele dia, mas no entanto aproveitei o moleque do dia anterior e levei ele outra vez para o banheiro , baixei as calças dele e abocanhei no pauzinho dele, era menor do que do homem do onibus mas me contentei na mesma, ele não aguentou muito tempo e se esporrou logo na minha cara , me lavei e fui embora , no dia aseguir fui para o onibus sem roupa interior como o homem pediu, me sentia a maior putinha e a mais obediente , então quando tavamos já no onibus ele já ia brincando com minha xaninha e massajando minhas maminhas enquanto eu batia uma punhetinha para ele, então ele mandou eu virar para ele e me ajoelhar, o que fiz prontamente, agora chupa gostoso sua vadiazinha “ ele nem precisou pedir duas vezes que eu já tinha aquela besta descomunal na boquinha, mal cabia a cabeçona tentei lamber toda a extensão do pau dele mas era muito grande , entretanto senti alguém elevar o meu quadris mas eu nem liguei pq tava focada em dar um trato naquele pauzao, foi aí que senti uma língua aspera passando na minha xaninha e no meu cu, aquilo tava gostoso e nem sabia quem tava a faze lo e nem queria saber, o homem me levantou e me levou ao colo para fora do onibus, fiquei receosa mas com tesao, mas só íamos nos os dois, o outro que me chupava não vinha conosco, ele me levou para um beco por trás de uns caixotes de lixo e tirou a minha roupa deixando eu nuazinha, fiquei com um pouco de vergonha mas ele tirou o pau para fora e mandou eu chupa lo outra vez e eu fiz na mesma “ isso vadia chupa gostoso sua putinha de merda , tão novinha e já mamando pau como profissional” ele me xingava muito mas eu amava e chupava com mais tesao. Então ele tirou a roupa dele e me mandou ficar deitada no chão por cima de um monte de lixo e veio por cima de mim e começou a enfiar sem dó nem piedade, nem custou a entrar de tão molhada que eu tava , quando enfiou senti o meu útero todo preenchido e fazia um vai e vem bem gostoso me fazendo ver estrelas, ele me virou ao contrário e começou a pincelar meu rabinho eu disse “ calma sou virgem no cu por favor não o coma vc é muito grosso” ele me espetou um tapa na cara e me mandou calar “ cala a boca sua puta quem manda sou eu e vou comer esse cu virgem “ ele então com dificuldade tentou penetrar meu cuzinho, eu chorava muito e cada vez que lhe pedia para parar ele me dava outra tapa na cara até que finalmente ele conseguiu enfiar tudo , ele esticava sem parar parecia que não comia uma putinha como eu a muito tempo tava maravilhoso a sensação “ isso foda a sua putinha , nem sei seu nome nem quero saber, foda com mais força !” Então depois de alguns minutos ele mandou eu chupar novamente e explodiu um monte de porra quentinha na minha boca , eu tentei engolir mas era muita , ele se recompôs e disse “ apartir de hoje vc vai ter que dar para mim todos os dias senão vc apanha” eu acenei com a cabeça que sim e foi se embora deixando me ali abandonada, limpei o máximo que pude e fui apanhar o onibus para ir finalmente a escola, quando lá cheguei dei de caras com o menino que eu tinha chupado a uns dias e levei ele outra vez ao wc e mostrei minha xana a ele e disse “ se não comer ela agora não irá comer nunca” então eu nem sequer assisti as aulas nesse dia , fiquei ali sendo comida à tarde toda no wc por um moleque cheio de vontade para comer uma putinha novinha. Ainda hoje em dia apanho o onibus e vejo o homem que mais tarde vim a saber que se chamava Hélio, ele me comeu muitas outras vezes, uma vez ele até me “raptou” e fiquei em cativeiro na casa dele uns 3 dias , meus pais ficaram horrificados pensavam que eu tinha morrido kkk mas esse conto fica para outra altura, beijooos!!

O Gigante e a Baixinha

Muitos homens gostam de uma mulher baixinha, e esta sou eu, tenho menos de 1 metro e meio, cabelos castanhos lisos na altura dos ombros, magrinha pouco peito e bunda, mas o pouco q tenho é bem durinho e empinadinho.

Consulta Magica

Eu e minha mulher somos um casal na faixa dos 45 anos ,em nossas noites de amor e sexo era comum fantasiar-mos que eu era outra pessoa que a comia e ela gozava deliciosamente , ela continua deliciosa , seios médios mas uma bunda grande e deliciosa .

Minha esposa aprendeu a brincar

Sou casado com uma bela mulher de 39 anos , belo corpo trabalhado em aos de academia , pernas grossas e uma bunda que chama atenção , vida tranquila , filha estudando e morando fora , e nossa vida sexual muito boa , mas pra manter ela acesa sempre fantasiamos e ela adora e tem gozos deliciosos , mas um dia essa fantasia que invadia nossa cabeça mudou de patamar.,era um sabado de muito calor temos um pequena piscina e organizei pra receber meu amigo, e enquanto ele não chega fico apreciando e me deliciando com minha mulher estirada tomando sol com um bikini muito pequeno, sento ao seu lado e passo broqueador nas costa dela e ela pede que eu solte o laço do soutien pois não queria marcas nas costas e eu sacanamente desamarro os laços da calcinha , ela fala que não pois ia ficar praticamente nua , pois o tecido nada cobria sua bunda , mas a sensação dela estar ali sem nada era deliciosa , e toca a campainha e a deixo mesmo ela me falando que não , e abro o portão e meu amigo entra, indico que a gente ficasse em uma sacada pra fugir do sol e de uma certa distancia ele ascena pra minha mulher , que se apoia em um dos cotovelos e segurando os seios com o braço retribui e fala que ja vinha até a gente .

Tia

Não gosto de escrever, vou direto ao conto. Esse conto é uma coisa que aconteceu a alguns anos, estava posando na minha tia, e de manhã iríamos pra um torneio com meu tio…. Acordamos cedo, e de relance vi minha tia deitada na cama só com a coberta por cima, mas ela deixou amostra a calcinha branca dela só uma já valeu pra eu morrer na punheta… O meu tio e meu primo foram pro torneio e eu fiquei dormindo mais um pouco, óbvio que agora iria dormi né kkkkkk fui no banheiro e olhei para dentro do quarto ela continuava do mesmo jeito, com a bunda destapada e a calcinha branca a mostra. Não me aguentei de novo e fui bater uma punheta no banheiro, só que demorei muito…. E ela veio atrás e me pegou com o pinto na mão… Ela só viu e saiu do banheiro rápido, me assustei e parei na hora…. Me arrumei e fui para o quarto passei pelo quarto dela e a visão táva melhor, ela não táva com cobertura em cima, tava com a calcinha branca atolada no rabo sem nada em cima com a bunda toda pra cima… Com a calcinha enfiada no rabo Moreno dela.

Se não quer, manda pra cá!

O que vou relatar aconteceu a seis anos atras. Me chamo Valéria e tenho 52 anos, sou viúva, já sou avó, e tenho uma família linda, porem, eu me vi em uma situação extremamente embaraçosa, e triplamente excitante, que surpreendeu a mim mesma. Tenho 3 filhos, dois homens e uma mulher. Alison com 31 anos, Aluísio com 28, e minha mais nova, Aline, que atualmente tem 26!

Mão na buceta da menina no Ônibus, trem e o empata foda!

Vou me apresentar, hoje tenho 27 anos, 1,75, 84Kg em forma por causa de academia e corrida. Este caso é verídico, apesar de parecer absurdo aconteceu de verdade. Quando tinha 20 anos, trabalhava como aprendiz em banco e fazia faculdade a noite, era exigido toda quarta-feira que eu fosse participar de um curso no centro da cidade de São Paulo, sendo necessário pegar Bus, trem e integração com metrô. Levantei e fui para o ponto às 6hs, horário de pico sendo os usuários estudantes de faculdade, ensino médio e trabalhadores em geral, então era sempre e complicado entrar no bus. Ele chegou e subi disputando espaço entre o amontoado de gente e adolescentes. Neste dia estava de cueca e jeans, juntamente de minha mochila, equipamento indispensável para auxiliar na encoxada das novinhas. Me posicionei no meio do bus pois não havia espaço para ir mais a frente, de forma estratégica ao lado de uma adolescente de uniforme, bumbum pequeno, cabelos compridos com cara de inocente. Posicionei minha mochila no chão ao lado e com as costas da mão fiquei alisando o lado direito de sua bunda, macia e deliciosa, fiz essa investida algumas vezes, porém ela não se mostrou receptiva, logo se afasta de mim.

A empregada novinha e o patrão pauzudo

Me chamo Anderson 40 anos, moreno claro, 1,73 de altura charmoso, uma bela pika de 20cm, sou mineiro e fui morar em Brasília, assim que estabeleci na capital, eu arrumei um trabalho que ocupava muito meu tempo, então coloquei um anuncio no classificado procurando uma empregada que pudesse uma vez por semana dar uma faxina […]

Estagiária maníaca

olá prontos para mais um conto, bem gosto de contar minhas experiências,que vivi, sou um cara gente boa, tenho uma lábia pra derrubar avião, sou baixinho 1,60, malhado não ao exagero gosto de me vestir bem pois é por isso chamo a atenção de muitas mulheres inclusive as mais novas, pois tenho um rostinho atraente. bem trabalho em um hotel de luxo a beira mar em pe, fiquei chefeando uma equipe de garçons e cozinheiros, até que contrataram uma jovem por nome de Sandra, estagiária na área de gastronomia, ela era uma negra linda, tipo índia, uma pele bem escura, mas ela era de charme a atenção, não sei porque mas as negras tem uma bunda enorme e redondinha, que me deixa louco. era simpática, gostava muito de conversar, e como eu era responsável pela área de culinária ela veio me ajudar e aprender mais um pouco, ficamos amigos, mas ela vinha trabalhar com umas calças bem colada , mostrando o tamanho do bixao, eu não tirava o olho. ela disfarçava mas via que eu a admirava. só que percebi que ela vinha com uma bolsinha pequena e toda as vezes que ia ao banheiro levava a bolsa junto atenção tudo bem, pois achei que era maquiagem ou coisa do tipo, mas serto dia fomos ficar até tarde para preparar uns pratos, requintado para uma reunião de empresários pela manhã, e ficamos eu Carlos e Sandra, Carlos era um cozinheiro que trabalhava conosco, Carlos terminou o que foi pedido, e o dispensei , ficamos na cozinha eu e a Sandra, ela recebeu um telefonema e deixou a bolsa aberta e em curiosidade daí uma olhada, e me surpreendi, tinha dentro uns plug anal, e uns pênis de borracha, e gel lubrificante, me deixou intrigado, mas fiz que nem viela voltou e voltamos a atividades, quando ela foi ao banheiro e levou a bolsa, fiquei louco de tesão pra saber o que ela fazia tanto com aqueles brinquedos. como o banheiro e grande entrei bem de vagarinho pra ver se ouvia alguma coisa ao aproximar ouvir gemidos abafados, fiquei de pau duro na hora, subi na privada ao lado e fui ver com calma pra ela não me perseber. ao olhar ela estava enfiando um plug anal grosso no cuzinho, e masturbava com outro troço daqueles, logo em seguida ela se levantou eu saí de fininho e voltei pra cozinha, ao chegar brinquei com ela e disse está passando bem, estás tão vermelha, parece que comeu alguma coisa, ela riu e disse não é nada e que fui me maquiar. está louco de tesão pela quela beldade, pensei em dar umas investida e pedir pra ela me acompanhar a dispensa das verduras,um ambiente bem apertado, que só cabe uma pessoa, ela entrou pra pegar algumas verduras e logo em seguida eu entrei, fui pegar algo na parte de cima e dei uma encostada nela que me olhou feio, e disse Fábio,o que é isso,que brincadeira é essa , pedir desculpas pois não era minha intenção,e que foi um reflexo para pegar algo na parte de cima, ela disse com esse volume todo aí em baixo. eu fiquei sem assunto, mas disse que era por ter uma gata daquela ali pertinho, e com um corpao daqueles, quem não estaria assim, ela riu e vi que tinha mexido um pouco com ela, saímos e ela falou que queria ser contratada, pela empresa,e que se eu pudesse ajudá-la ela ficaria grata, não tive conversa falei e se eu deixar vc ficar o que ganharia, ela disse deixa de ser safado Fábio eu sei o que vc quer. então eu disse o que eu quero? ela sem graça disse esse corpo aqui, eu falei estás enganada, só queria ver o que vc faz tanto no banheiro com aqueles brinquedos ela ficou vermelha,sem palavras e disse que não era nada daquilo que eu pensava , eu pedir calma, e disse que eu achava normal uma menina nova feito ela tentar se satisfazer, ela aos poucos foi se abrindo e disse eu não falei pra ninguém mas sou compulsiva em sexo, tomo medicamentos para inibir os impulsos mas às vezes ela esquece e fica louca, e que naquele dia não tinha tomado o remédio. fiquei pensando e minha chance, pois queria comer uma xoxota negra era meu sonho, fui me aproximando dela e disse que a entendia e fui passando a mão no seu rosto, massageie seus ombros e fui e beijei seu pescoço ela me puxou e me deu um beijo gostoso sua língua pecoria toda minha boca, que tesão, fui acariciando sua bocetinha por cima da calça ela de imediato tirou a calsa e me puxou pra o banheiro, ficou só de calcinha, e sutiã tirei o sutiã e logo a calcinha, e me deparei com a cena mais louca da minha vida ela tinha deixado o plug anal socado no cuzinho, ela me pediu pra tirar eu puxei vi o buraco que ficou, ela ficou em pé e me abaixei pra chupar sua bocetinha, estava molhada, ela puxava minha cabeça com tanta força que meu rosto ficava enfiado lá dentro, ela me pediu pra colocar no seu cuzinho só passei saliva entrou tudo ela empurrava com força, que doía meus ovos, pegamos uma cadeira, e ela veio e sentou e fui por traz, que coragem não imaginava que pudesse aver uma garota maníaca por sexo, anal, ela disse só quero anal hoje pegou um brinquedo e enfiou na buceta, e disse mete bem forte que vou gozar enfiei com tudo até que gozamos e exausto ficamos sentados no chão, foi a foda mais louca pois que negará insaciável, toda arrombada daquele dia em diante ela marcava sempre comigo é só queria anal, era o favorito dela. ela arrumou um emprego melhor,antes de acabar o estágio mas sempre nos encontramos.

Júlia continuação 3

Bom como foi pedido, vamos continuar… Paramos quando estava no banho na banheira com elas, meu pau não aguentava mais isso tudo no primeiro dia. Bom após o banho de banheira comemos algo e fomos dormir a noite elas estavam cansadas a Julia tinha acabado de perder o cabaço, na hora de dormir passei mas […]

xvideos tennsconto erótico mãe e filhotrai meu maridodoce familiacomendo a novinha de shortesmolécomendo a tia caseiroporno ginafamilia naturismomadrasta boquetemenina mostrando os peitinhosveado puxanovinha de 15 aninhosum beijo de boa noitebumbum de meninoem nome do pai e da filha pornovalentoes se dando malcontos eeoticosso xaninhasbate papo travestiprimos pizzaria telefonecintis eróticoszoofilia com esposagay mamando xvideosso no cuzinho delachantageando a maemostrou a piriquitacoletivo de viadosxxvideos zoofiliatrisal sexoxoxotinhas lisinhascalcinhas meladaporno novinha na escolaporn mulatasfilho come a mãe dormindocontos eroticos porteirosexo com sogra velhacontos eroticos padastrodormindo com a sografamilia praia nudismocontos eróticos em vídeonovinhos chupandogays novinhos pornocontos eoricosxvideos seduçãoxvideos.c9mensaio peladaxvideos 40 anospenis deliciaconto erotico comdesenhos de churrascosofreu dando o cuzoofilia grupalmeu marido nao come meu cudesenho de rutenao conto]comendo merda gaygravida pode tomar quentãotirou minha calcinhaestuprando irmaboqueteirameu namorado quer comer meu cunovinho banhominhaesposa.comporno gay amigono cu virgemsexo anal com irmãvnn brasilnovinha de calçinhacomendo a sogra idosatio comendo a subrinhacomeu a mãe do amigocasado na punhetacomendo a irma no banheirosexo grupal a forçaela gozousexo amador estuprocomendo coroa de 50 anoscontos eróticos gays ultimostudo no cucontos eroticos esposafoto rola pretavenezuelanas fudendoporno com o paipetalazpara mim sou grande mas pra ela pequeninopai fude filhatomando banho com irmaheroticoschupando o peitinhocontos eroticino fap september 2019comendo.a empregadasexo entre irmasconto erótico virgemdeu o cu na ruacomendo a sobrinha dormindojonas trabalha como caseirocinto sexo