Fui Seduzido pelo meu professor aos 12 anos

Ola vou contar para vocês como comecei a minha vida sexual, eu tinha na época 12 anos de idade, era um garoto bonito, modesta a parte, corpinho bonito, uma bundinha redondinha, saliente, pernas bonitas, corpo lisinho, cabelos compridos, mais parecia uma menina, eu estudava, e estava indo mal na escola, meu professor se prontificou me dar aulas particulares em sua residencia, falei com minha mãe ela concordou, comecei tomar as aulas, na parte da tarde, ficava ate umas 17 horas, o professor era separado morava sozinho, um dia percebi ele se esfregando em mim eu sentia sua rola dura, fui deixando ate que um dia ele sem eu esperar tirou meu calção me deixando com a bunda de fora, e começou a beijar minha bunda, passava a linguá eu estava gostando, aos pouco ele foi tentando ate o dia que começou a meter no meu cu, nos primeiros dias doeu mais depois fui me acostumando, e passamos a foder ate os meus 17 anos, ele se aposentou e foi embora da Cidade.

Sexo a três

Quando casamos eu e minha esposa estavamos com 19 e 17 anos respectivamente, viviamos transando em todos os cômodos sa casa. Acordavamos de madrugada pra transar, varias vezes chegamos atrasados no trabalho por estarmos transando. Nessa época minha esposa cultivava uma bucetinha peludinha, nada exagerado, mas, era delicioso sentir a maciez dos seus pêlos pubianos. […]

Meu lindo filho

Olá todos, estou aqui pra contar como me apaixonei por meu próprio filho e como fiz para seduzi-lo, é uma história real e não sou um escritor, por isso perdoem os erros. Me chamo Júlio e tenho 37 anos, sou pai de um lindo jovem homem de 16 anos chamado italo. Desde jovem sentia atração pelos corpos masculinos, mas precisei guardar esses desejos somente para mim, pois estava de casamento marcado com a namorada de faixada que eu havia engravidado graças uma noite cheia de álcool. Não tentei esconder de ninguém a insatisfação de estar casando com ela e é claro que o casamento não durou muito. Nos separamos quando italo tinha 8 anos, eu trabalhava durante a semana e ficava com meu garoto sábado e domingo, apesar de não me dar bem com a minha ex, era com ela que eu esvaziava meu saco enquanto de olhos fechados eu ficava pensando em bundas de machos. Com o tempo me acostumei a transar com ela e agora com a separação eu não tinha mas onde me aliviar, comecei a sentir atração pelo meu filho, era ele quem ficava comigo os fins de semana, me abraçando, sentando em meu colo, nas despedidas me dava um selinho na boca. Eu passava a semana cheirando as cuequinhas dele esperando pelo próximo sábado onde eu o veria outra vez. Eu estava subindo pelas paredes e precisava fazer algo a respeito, ao mesmo tempo que minha consciência dizia "NÃO" meu corpo gritava "SIM". O bom senso não havia como ganhar essa batalha e eu decidi começar a seduzir o meu garoto. Ele havia me dado um roupão azul escuro, aqueles de saída de banho, no dia dos pais, e a partir do dia que decidi seduzi-lo , sempre que ele vinha pra minha casa no sábado eu estava com aquele roupão, apenas o roupão e nada mais, a justificativa que dei pra ele era que eu achei o roupão muito confortável pra ficar em casa, e eu sempre fingia estar distraído com algo deixando meu pau vazar pelo meio do roupão. Ele quando via meu pau mole desviava o olhar com vergonha, mas uma vez que fiz isso ele estava brincando no chão, na frente da TV, eu me sentei no braço do sofá com a perna levantada apoiando o pé na mesa de centro, e fingi falar no telefone com um amigo, toda minha atenção se concentrava no italo que brincava distraído no chão, eu estava nervoso, não sabia sua reação ao ver meu pau balançar a 2 palmos do seu rosto. Dei uma gargalhada fingida no falso telefonema que atraiu sua atenção para mim e seus olhos cravaram no meu pau, ele parecia hipnotizado pela minha rola que começou a ficar meia bomba aumentando de tamanho, eu fingia que nada estava acontecendo e olhava para o vazia enquanto falava no telefone desligado. Deixei ele olhar bastante, queria que ele se sentisse atraído por aquela rola de 19cm que a essa altura pulsava dura no ar e babava um líquido transparente no chão. Fingi desligar o telefone e fui para a cozinha com o pau duro saindo do roupão, esperei ele vir atrás de mim, eu queria alguma iniciativa dele, e nada. Me senti mal depois dessa tentativa falha, na minha mente ele iria se jogar na cabeça do meu pau pra mamar minha rola e eu iria tirar toda sua roupa e leva-lo pra minha cama onde eu lhe daria um banho de língua e uma gozada na boca. Fiquei uns 20 minutos me martirizando na cozinha, mas isso tudo teve fim quando ele apareceu na porta me perguntando se não estaria na hora de tomar banho e perguntando se poderia tomar banho comigo. Ele estava querendo algo, afinal ele tomava banho sozinho desde os 6 anos. Aceitei o pedido sem questionar e fomos pro banheiro, ele tirou a roupa bem rápido e eu pude ver seu pauzinho duro, ele havia mordido a isca. Logo meu pau voltou a ficar duro e apontando para cima, ele mais uma vez ficou hipnotizado pelo meu pau e eu perguntei o que ele estava olhando, desta vez ele não recuou e disse que meu pau era muito grande. E eu disse que o dele ficaria daquele jeito um dia, fiquei de joelhos e lavei aquele corpinho debaixo do chuveiro, claro que dei uma atenção especial em seu cuzinho, pedi que ele deixasse o pé apoiado no joelho enquanto eu lavava aquele cuzinho quente e virgem, o furinho estava exposto e indefeso, e meu dedo estava ensaboado e doido pra entrar naquele cuzinho. Enfiei o dedo aos poucos fazendo movimentos circulares fingindo estar Lavando bem, ele suspirava de olhos fechados enquanto eu manuseava seu pauzinho com a outra mão, ele estava tendo prazer. Eu estava nervoso e não tive coragem de ir além disso. Terminamos o banho e nos vestimos, ele ficou grudado em mim o resto da noite, ele desejava mais do sentimento novo que havia descoberto no banho comigo. Jantamos e ele foi deitar na cama dele, pois estava com sono. Mais uma vez eu travava uma batalha épica na minha mente, prazer e a razão. Eu não parava de pensar no cuzinho dele mordendo a ponta do meu dedo no banho, e eu pensei: "QUE SE FODA! EU QUERO ISSO É ELE TAMBÉM! "

Com a priminha da enteada também foi no cuzinho – pt.1

Olá pessoal, atendendo então a pedidos vou começar a relatar o que ocorreu comigo e a priminha da minha enteada. De antemão, informo que é relato real de uma experiência vivida por mim. Férias de Dezembro já iniciada, começamos eu e Vanessa a programarmos nossa noite de Natal. Eram meados de Dezembro quando recebemos o […]

Meia irmã

Tudo é verídico menos os nomes é claro! Me chamo Rodrigo, sou de uma família grande, moro em uma pequena cidade do interior de São Paulo. É bem pequena essa cidade! Tem uns 15 mil habitantes. Bom meus pais nunca se separaram até hoje são casados, mas meu pai traía muito a minha mãe. Numa dessas traições teve uma mulher dessa mesma cidade que diziam ter tido uma filha dele, mas nunca procurei saber quem era. Há pouco tempo soube que tinha feito um exame comprovando a filiação, mesmo assim não quis saber quem era. Sabia o bairro onde morava, mas era na periferia e não costumava andar por lá. Até ter feito amizades com alguns caras de lá, passei a andar no bairro, certo domingo bebendo na casa de um amigo, passa uma loirinha muito gostosa com uns peitos grandes lindos, uma bundinha empinada, cintura fina as pernas não eram muito grossas, mas tinha uma cara de safada mano, mais ou menos uns 17 anos. A mulher do meu amigo falou assim, você sabia que essa menina aí é sua irmã? Eu disse que não. Ela disse é minha vizinha, mora logo ali! Continuamos a beber, passou pouco tempo ela passou novamente na frente de onde eu estava, a mulher do meu amigo chamou ela e nos apresentou, o nome dela é Thaís, falei fui muito simpático ela também, pouco tempo ela passou lá e saiu, o dia acabou só nisso. Em outro dia ela me adiciona no face, conversamos! Mesmo assim não tirei liberdade com ela, até saber pela mulher do meu amigo que nos apresentou que ela tinha dito que tinha me achado lindo e que não se importava que era seu irmão. Sabendo disso e com muito tesão nela também, nem aí pro fato de ser meia irmã, a conversa no face e whatsapp tomou outros rumos, abri o jogo disse que a mulher tinha me dito o que ela falou e que eu também tava com vontade danada de ficar com ela. Ela quis disfarçar e mudar de conversar, mas insisti! Chamei para ir comer uma pizza comigo, ela aceitou! Fui em uma pizzaria que não vai quase ninguém é numa casa e é bem estranha e escura, chegamos lá não perdi tempo sentei bem perto dela, falava tudo no seu ouvido passava a mão nas suas coxas, na sua bucetinha ela só dizia pare, pare, alguém pode ver! Eu disse não aguento mais olhe minha situação! Coloquei a mão dela sobre a minha calça, em cima do pau, que nessa hora tava explodindo! Disse que queria levar ela para um motel quando acabar de comer a pizza. Ela não quis ir. Disse que ia levar ela para casa, antes de chegar no bairro dela tem uma grande mata, já fui com o pensamento de parar lá, e foi o que fiz! Ela se assustou, mas agarrei ela e comecei a beija-la à força mesmo. No começo ela resistiu, mas depois vi que a minha safadeza também tava no sangue dela, começou a retribuir o beijo, ficamos um tempo assim, depois me afastei ela ficou olhando com uma cara de quem não entendeu, coloquei o pau para fora, ela pegou e punhetou, com uma mão pequena e delicada. Eu disse tá na hora de chupar, nisso ela se ajoelhou chupou por sinal muito bem, colocava todo na boca, lambia a cabeça, o tronco, chupava as bolas. Fiquei sabendo depois que ela dava para a metade do bairro, mas você vendo uma menina sexy, que tem seu sangue chupando seu pau é uma sensação maravilhosa. Nisso pedi para parar e baixar o shortinho e levantar a blusa, cara, cai de boca naqueles melões lindos e durinhos chupei, mordi e suquei ela só gemia e soprava mostrando seu tesão. Desci para a bucetinha linda carnuda dei algumas dedilhadas e lambidas com ela ali de pé apoiada na moto, tava encharcada, não aguentei e meti o pau sem camisinha mesmo. Apesar de dá para metade do bairro era apertadinha e quentinha. Mano vocês não tem noção como é bom ouvir, come sua irmãzinha, mete na sua irmãzinha seu safado, tarado, não era isso que você queria? me comer! Então come seu tarado, mete essa pica gostosa em mim com força, eu ali metendo ouvindo isso é respondendo com toma sua putinha, safada, gostosa, tá gostando né! De dá para seu irmão? Cara o tesão eram tanto que gozei logo, foi muita porra nela, gozei dentro mesmo nem me importei e nem ela pelo visto. Queria comer o cú dela também, mas ela disse que naquele dia não ia dá porque tava ficando tarde e o padrasto dela marcava em cima e tinha muito ciúmes dela e tinha que voltar para casa. Eu acho que o padrasto tem vontade de comer também. Bom isso faz poucos dias estamos conversando direto pelo whatsapp o nível da conversa é tipo só putaria agora. Estamos marcando um dia para nos encontrarmos, mas em cidade pequena temos que ter cuidado, o povo é tudo curioso e ficam de olho na vida dos outros! Bom pessoal desculpem não ser rica em detalhes, porque não escrevo, estou apenas relatando algo que realmente aconteceu, deixei de comentar outros fatos realmente importantes como que existe outra pessoa nessa história, mas pelo medo de alguém descobrir quem somos vou pensar se conto em outro conto, até porque essa pessoa só aparece mais para frente.

Sacrificando-me pelo meu casamento

Ola a todos, deixa eu me apresentar! Meu nome é Luana, sou morena, 38 anos, com o corpão de tipo brasileira periguete, mas é a base do sacrifício de ginásticas, cremes e alimentação natural. Minha auto estima sobe quando ao passar nos locais públicos ou não os olhares masculinos se voltarem para mim, seja de […]

Minha baixinha

Ola oque passo a narrar foi fato real pois tenho uma esposa muito gostosa 1.55 de altura e 65 kg mas bem distribuídos uma bucetinha linda kkk bom eu acho e uma bundinha deliciosa de se ver e fuder bem vamos aos fatos temos uma casa simples mas na frente ela construiu um ponto de venda de salgados para ajudar na renda da família e tempos depois tudo aconteceu ok eta pressiso fazer umas reformas e como eu trabalhava fora tivemos de co tratar um profissional como aqui em recife e verão o ano todo minha esposa tem o habito de ficar dentro fr cada com tou o as bem leves e sem sitian e eu tendo fe trabalhar num fi al de semana fui fakar com o pedreiro e combinar os pormenores fo trabalho até ai tudo certo minga esposa ficou responsavel de comprar os matriais nesscesario bom na segunda como de costume me arrumei e fui para o trabalho e minga esposa ficou em casa , e drpois fiquei sabendo o peftrito chegou logo que sai bem minha rsposa ainda gicou deitada pois levantava mais tarde ok e o pecreiro ficou fora r edperando bom ela levantou quando ele petcebeu a chamou e el foi atende lo e conversaram um pouvo e rla fru a chave pata rle abrir o ponto e dar inicio a os tralhos bom la não tinha banheiro como et algo pequeno e de cada srmpte udava o banheiro nosso deu a hora fo almoço e ele peciu pr se lavar pois edtava meio empoeirado ela pto tamente lhe mosyrou o banheiro mas nem pet ebeu como ele a olhava depois quê saiu do ba.heiro kkkkk é que ela O se levantar foi tomar uma ducha e drixou A calcinha no banheiro e drpois ela contou pra ela oque tinha avontecifo ele cheirou a calcinha e fivou tarafo com o odor maravilhoso que sentiu depous tudo transcorreu nayuralmente como um dia de trabalho ele foj com ela no deposito comprar os materiais e ficou de voutar no outro dia para continuar o trabalho e falou pata minha edpisa que viria cedo e como rl levanta sempre mais tatde disse pata ele wue a porta da sala ficatia emcostada para ele entrar e pegar a chave pois entregariam o matetial ainda aquela tarde e se ele prezsisa se usar o banheiro estRia so dispor no fia seguinte sai como de costume e minha edposa não me faou que tinha combinado dele entrar em cada e ru sai e nem me preocupei fe fevhar a porta do nosso quarto o pefreito chegou bem devagar quando petcebeu tudo quieto e minha edposa estava do jeito que tínhamos transado anoite nuazinga e entrou e quando viu isto nós imaginamos ele ficou parado olhando ela e ela esyava dormindo ai da pois quando ela ezcutou o barulho drle na cozinha pegando as chaves levou um susto ao ver a porta abrte e ficou sem geito de levantar e so puchou o lençol para se cobrir mas ficou fe olho ele retornou e parou na porta do quarto ea comprimentou e saiu com um sorriso meio intrigante mas não demorou muito e voutou e didse que itia ao banheiro na volya parou na porta e so olhou par ela e sorriu novamente e foi trabalhar bom asi. Que ela se levantou e fou tomar sua ducha ele veio novamente e ficou na porta do banheiro esperando ela sair e fisse que estava apertados Kkkkkk Kkkkkk ela petcebeu ele de benga dura ala daiu ele entrou e logo saiu na hora do almoço ele perguntoy se podia tomar banho pois r a tava muito suado ela didse que tudo bem e la foi ele para o banheiro ela petcebeu wie eke não tinga toalha e foi lhe oferecer ele aceitou ai ela foi ao quar tu o e oehoy a toalha ea levou par e Kkkkkk e na porta do V anheiro ele abril mais wue o necessário para pegar a toalha e a olhou nis olhos e percorreu o corpo drla com o alhar instigante e ficava olhando par ela sempre de canto de olho como quem queria ver algo mais e depous do almoço ela foi e tomou um banho e colovou uma roupa leve e deitou se para relachar mas derrepente ouviu que o pedreito retornou para o banheiro e demorou um bom tempo ai ela se ontrigou e foi para a cozinha e rle saiu do bamheiro estava bem duafo e ofegante ela estranhou e perguntou se estava tudo bem ele a lhou nos olhos e fisse mais o menos ela petguntou de ele estava pressisando de algo ele d e u um rizinho de ca to de bocae falou hoo ela perguntou se eta algum matetial ele redpondeu que não ai ela intrigada perguntou oq era e le meio sem jeito fslou olha a senhora vai me desculpar mas é que tem uma coisa que está me incomodando muito ai ela perguntou oq ele disse bom não queto lhe faltar vom o respeito e se eu eztiver errado asenhora esquece pode ser ela balançou a cabeça sem entender ele Comessou a falar bom eu cheguei aqui e estava entrando e sem querer vi a senhora nuaxinha e não resisti e fiquei olhando por um bom tempo com muita bontade de tocar na senhora ela gelou na hora e gicou sem saber oque diser ele continuou e fui ao banheiro e senti o cheiro de tua calcinha que drlicia e ai tive de bater uma punheta pra senhora e estou de um jeito que a senhora nem imagina passamdo ate mal a esta sltira ela ja estava com a bucetinha molhafa ouvindo o relato e vom os bivos fos seios eriçados ele percebeu e logo partiu oata o ataque e disse se a senhor drichar eu ficar só olhando bem pertinho pra sentir teu cheito juro que nunca ninguém vai saber disto ja soou como chantagem ela por instinto de femea com desejo olhou e disse que se fosse só isto srm problemas e o chamou para o quarto pois sabia que eu só chegava depois das20:30 da noite e sentou se na cama e disse pronto pode se aproximar ele olhou e disse mas edta faltando algo ela o etguntou oq ele disse a srnhora tirar a calcinha ela estremeceu ela edtava hostanfo da situação mas gicar sem calcinha era perigoso ele fisse olha se fosse o pra eu lhe faser algo eu ja teria feito quando estava peladinha e com as pernas abertas quanto te vi e la relutou mas tirou ai ele se sproximou e comessou e cheirat e esfregar a rola enquato A cheirava e comessou a abrir o ziper da calça e tirou rola par fora não eta uma rola muito grande mas normal mas a situação eta inusitada e derrepente ele se aproximou mais e deu uma lambidinha foi a gota dgua ela gemeu e caiu pra traz por instinto e ele vendo isto caiu de noca chupando pra valer e ela gemia alto e se contorcia toda até patecia uma cobra e sem ela perceber ele ja estava acaricia no seus seios e ela sentiu que algo furo e quente lhe roçava as coxas mas os sentidos só estava querendo o prazer e ela nem notou mas wuando se deu por si ele ja estava beijando a e encostando a cabeça da rola na entrada da buceta e ai ja não tinha mais como resistir e goi se deliciando com cada centímetro de rola que entrava e depois disto ele a cmeu mais duas vezes antrs de voltar oata o trabalho bom um trabalho que eta pata ser feito em no máximo 5 dias levou 3 semanas para acabar pois ele chegava e primeiro ia colocar a rla pra trabalhar drpous fo almoço novamente e antes de ir embora ia tomar banho la pelas 5 horad e só ia embora pelad6:30 bom foi minha esposa que me narrou tudo e petmitiu que eu compartilhasse com vcs ok tem mais drtalhes b se durou tudo isto né mas drpous conto ok bjos amigos a amigas dos contos de desejo

O Motorista (parte 2)

Resolvi então falar :Pedro bela solução vc achar que sou viado! Que é isso patrão não acho isso não! Essa palavra é muito pejorativa, o ser é homem macho que precisa de amos de homem. Não está comendo a patroa todo dia? A gente vê que sim pela alegria no rosto dela e no teu […]

Enganei Minha Mãe Na Internet

Sou filho de pais separados e minha mãe abdicou da própria felicidade, é uma pessoa nova, bonita e solitária que me criou com dificuldades e a convivência em uma pequena casa nos fez ter uma intimidade muito maior do que imaginávamos. Dês de que eu era pequeno, eu não só a via trocar de roupa como também trocava de roupa na frente dela, às vezes também dividíamos o banheiro, enquanto um tomava banho o outro usava o sanitário ou escovava os dentes e sem o menor constrangimento, só que eu cresci e me desenvolvi e não dava mais para ficar vendo a minha mãe pelada porque eu não conseguia controlar a minha ereção e isso me incomodava, mesmo porque a minha mãe é uma mulher bonita e tem um corpo muito atraente, só precisava usar umas roupas mais sexy para poder parar o transito.

Roberto e seus moleques (Parte I)

Olá, esse é meu 3o conto e vou relatar uma série de fatos que culminou em uma investigação criminal. Meu nome é Allan e hoje tenho 33 anos. Na época, eu tinha 17 anos e trabalhava de 2a à 6a numa escola de idiomas do governo do meu Estado. Sempre aparentei ter menos idade que […]

As Sobrinhas massagistas do Titio – Parte 4

Olá Leitores Dando continuidade ao meu relato, depois que minhas sobrinhas fazerem massagens (Punhetar e Boquete) em mim e eu nelas até fazer uma gozar em minha mão, esperei minha irmã entreguei as meninas a ela e fui para casa. Passei o final de semana em casa organizando meus materiais de estudo, na segunda e […]

Final de semana perfeito

Combinei com minha mulher de irmos para sorocaba e ficar em um hotel , e ela me fala que ia bem safada para o fim de semana.Chegamos no hotel e fomos direto para a piscina , minha mulher tem 40 anos e é uma delicia bundão , coxas grossas e seios médios e lindos , […]

O casal de sobrinhos da Mel

Zé meu amigo casado com Melissa ( Chupando meu saco enquanto a esposa cavalga), começou a trabalhar embarcado, 15 dias embarcado eu e a Mel toda quarta com minha enteada participando e 15 em casa ,eu comendo ela e o Zé . Em uma das nossas quartas eu estava só com a Mel pois Fe minha enteada viajou com seu marido , e ela me contou sobre sua sobrinha filha da sua irmã , e me disse que ela e seu marido queria realizar uma fantasia de transar com um casal mas Sinara sua sobrinha disse que desconfiava que ele ia querer dar também pois ela já fazia nele o beijo grego, e Mel confidenciou a ela as nossas orgias e convidou sua sobrinha e o esposo mas sem Zé saber para quarta nós nos encontramos na sua casa .

Catálogo de roupas íntimas infantis 1

Olá, meu nome é Camila e tenho 23 anos. Mas o meu relato era quando tinha apenas 11. Nessa época, meu sonho era ser modelo. Porém minha mãe fazia de tudo pra eu desistir dessa ideia pra não sofrer. Dizia que as crianças que se tornavam modelos eram ricas, e como nós morávamos na periferia, […]

Peguei minha madrasta

Desde pequeno n tenho minha mae presente. Ela me teve e dps sumiu da minha vida e nunca mais voltou. Aos meus 7 anos meu pai se relacionou com uma mulher q se chama Simone, q hj é minha madrasta. Ela é branca cabelos pretos 37 anos , deve ter 1,76 acima do peso, peitos […]

Corno – a caixa do supermercado

sou separado a muitos anos, cuido da casa sozinho e detesto ir em supermercado grande, não se acha nada, as filas são enormes pra tudo, e perto de casa tem um mercadinho pequeno onde faço minhas compras, e como vou muitas vezez acabei fazendo amizade com todos lá, desde o gerente até o pacoteiro, e tem uma caixa que é uma maravilha, não é linda, mais esta longe de ser feia, com um corpo lindo, sempre que posso tento passar no caixa dela, enrolo um pouco ate ela ficar livre e passo com ela, sempre conversamos amenidades,de vez enquando sai umas besteirinhas tanto da minha parte quanto da dela, mais nada serio,pois sei me por no meu lugar , tenho 51 anos, sou gordinho e ela devia ter no maximo 25, depois eu descibri que tinha 22, sempre olhava os peitinhos dela, que deixava amostra quando ia puxando as compras, um dia eu estava passando as compras quando lembrei que estava sem camisinha em casa, como elas ficam em cima do caixa estiquei o braço e pequei um pacotinho, e dei na mão dela pra passar, ela olhou pra mim e disse, poxa amor, vai me trair assim na minha cara, cofesso que fiquei meio sem graça,mais pensando rapido eu falei,não amor é pra eu usar com vc essa noite, ela respirou fundo e disse, que bom , e onde vamos, ai eu disse, vamos fazer o seguinte, eu te espero no estacionamento do mercado e lá agente combina, ela concordou e quando eu ia saindo ela disse, amor,eu saio as 9,mais ate fechar tudo da umas 9 e meia, eu disse , tudo bem, isso eram umas 7 da noite, eu fui pra casa com essa conversa na cabeça, sera que ela ta me zoando ou era verdade, tomei banho fiz a barba, me arrumei todo e fui esperar, me preparando pra fazer papel de bobo, pensando que ela não iria, deu 9 e meia ela bateu no vidro do meu carro, meu coração disparou, era verdade mesmo, ela entro e eu fui logo dando um beijo nela, que boca gostosa, eu beijando e passandoa mão nos peitos dela, quando ela me disse, aqui não amor, vamos sair daqui,pisei fundo pra um motel, chegando lá ela fez um pedido, amor trabalhei ate agora, to suada,me da um banho, uuuuui, tirei a ropa toda dela , mamei aqueles peitos lindo peguei ela no colo e levei ate o box, esfreguei suas costa, fiz massagem , acariciei sua bundinha lavei sua boceta, quando ela se ajoelhou e começou a chupar meu pau, mordeu, chupou , lambeu, levei ela ate a cama e comecei a chupar ela todinha, tetas, cu, boceta, ela gemia maravilhosamente, fiz um 69, levantei sua pernas bem no alto e coloquei minha rola na sua boceta, fiquei bombando , entra e sai quando ela falou pra eu não gozar dentro que ela não tomava nada, quando ia gozar tirei e gozei na barriga dela, depois com a mão esfreguei a porra toda na barriga nos peitos, esperamos um tempo e começamos novamente, agora ela por cima, gemendo,rebolando, sentando e levantando, e eu apertando os peitos dela, xingando ela de puta de vadia de vagabunda, dando tapas na bundinha dela, tava afim de comer o cuzinho dela, mais ela disse que no maximo meu dedo entraria ali, ai eu fiquei colocando e tirando o dedo do cu dela, e ela piscando o cu pra mim, que delcia, depois conversamos muito sobre sexo, perguntei se ela tinha alguma fantasia, e ela disse que sim,mais tinha vergonha de falar, e que com o tempo ela me contava, ja saio com ela algum tempo, mais ate agora ela não me disse, quem sabe se um dia eu descobrir e conseguir fazer ela realizar eu volto aqui pra contar.

cameras eróticasgay daddy xvideosestourando o cuzinho da novinhamae e filha putatio estrupando sobrinhatio xnxxprno amadorlimpar a bundanovinha sendo abusada no onibusminha esposa fudendocontos eroticos tabooovo de codorna pornocunhada rabudaporno com o paidesenhos no corte de cabelominha mãe peladateens fudendocarlinha putasuruba bissexualdesenho porno hqfotos de homens chupando peitossorria moçacomeu a enteada novinhasiririca em publicocoroa fudendo a novinhahomens de cueca de pau duromulher punheteiraconto erodicoestuprou a novinhaovelhotaradoporno incertode menor dando o cubuceta postiçahomem dando o cu pela primeira vezfazendo o novinho gozarviadinho mamandocass dos contoscontosequadrinhoseroticoszoofilia jumentabiza ou bisavófudendo gravidamulher transando com amigo do maridomendigo roludoencoxando casadasbuceta da primaorgia familiardesejo insanocorno mansinhofeliz dia dos pais meu sogrodescobri que minha namorada é rodadaporno noiadavideo porno estupro gaycomendo a sogra ea mulherzoofilia quentecomendo minha entiadasexo bissexual amadorsuruba transgozou tudo dentrosexo gay com bebadocomendo a mulatinhalambida de bucetafudendo a mae dormindoteen gozadaconto erotico pai e filhatoalha de mesa branca para festameu maior desejodesenho de rutedois velhos transandotia frangozou dentro da mulher do cornoporno gay putinhanovinhas e velhoszoofilia com gatosgosto de chupar bucetasempre juntinhoscrente gozandoxvideos.com filhabucetao arregaçadometendo no cuzinho virgempegando minha sogracasa doscontoseróticospauzao molevestido daminha azulquantos anos luquinhas anão temporno caseiros reaissexo com irmazinhastatus aniversariobunda de shortsperdedo cabasofudendo minha primaexibindo o bucetãonegro viadometidinha rapidacavalinho eroticocomendo alunascontos troca de casal